Páginas

domingo, 19 de dezembro de 2010

Out of Context - For Pina, Alain Platel, Les Ballets C de la B

Depois do divertimento comovente de Import Export de Koen Augustijnen em Outubro de 2007. Depois do genial e fabuloso Pitié! de Alain Platel e Fabrizio Cassol, dança e música em Julho de 2009. Chega uma dedicatória, Out of Context - For Pina de Alain Platel.
Teatro Maria Matos, 19 e 20 de Dezembro de 2010

“A dor é verdadeira quando se consegue que outros acreditem nela. Se ninguém além de ti acredita nela, a tua dor é loucura ou histerismo.”
Naomi Wolf

Em Out of Context, Alain Platel regressa ao essencial da dança, partindo da convicção de que o corpo humano é uma ferramenta emotiva, um detentor de memórias, uma matéria-prima para a arte.

Um dos temas que de forma mais proeminente tem sobressaído no meu trabalho em anos mais recentes é o de “corpo em estado de histeria”. Não me refiro à histeria como doença, mas antes como expressão da ultra-sensibilidade em relação à vida. Sempre que as palavras não conseguem exprimir as nossas mais íntimas emoções, o corpo toma conta. A dança deve ter tido esta função ao longo dos tempos: lutar para ser uma tradução física de sentimentos exacerbados. É interessante notar que a palavra coreografia deriva do grego chorea, um termo médico que se refere a uma desordem do sistema nervoso e cujos sintomas são súbitos, incontrolados e histéricos movimentos do corpo. Nos últimos anos tenho optado pela colaboração com bailarinos exímios na arte do movimento, porque eles conseguem transmitir este estranho estado de receptividade num sentido físico. O medo e a falta de à-vontade dos que vêem o corpo neste estado é, por vezes, grande. Mesmo assim, acredito que ao vê-lo, estar próximo é uma experiência positiva. Permite-nos entender que este comportamento específico, tal como outras formas de comportamento estranho, extremo e provocador fazem parte da nossa humanidade. AP



Nothing up their sleeves, and nothing in their pockets. With Out of Context, director Alain Platel aims to return to the fundamentals of dance. Starting from a belief in the human body as emotional tool, as carrier of memories, as raw material for living fine art. While Platel has flirted with the boundaries of opera over the past years, with for example vsprs or pitié!, Out of Context is not a music-driven piece, and also has no set or costumes other than those the dancers can fit in their suitcases. It is however no crisis piece. It is in self-limitation that a master first shows himself. The mastery of the dancers with which Platel embarks on this adventure is indisputable. Each and every one is an impressive figure with whom Platel has travelled far over the years.

Danced and created by:
Elie Tass, Emile Josse, Hyo Seung Ye, Kaori Ito, Mathieu Desseigne Ravel, Mélanie Lomoff, Romeu Runa, Rosalba Torres Guerrero, Ross Mc Cormack

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Fujiya & Miyagi 'Sixteen Shades Of Black & Blue'



Fujiya & Miyagi faltaram ao festival do último fim de semana em Lisboa. 1º single de avanço do álbum "Ventriloquizzing" a sair a 25 de Janeiro, "Sixteen Shades Of Black & Blue".

The Tangible, tg STAN

Get the Flash Player to see this player.


companhia: tg STAN
Teatro Maria Matos, 8 a 11 de Dezembro de 2010
TOL - Espectáculo sensível ao toque
IP - Carta de amor ao berço da civilização


Teatro e dança, muito especial...

The starting point of the tangible is, on the one hand, the Fertile Crescent * with Palestine as its epicentre, and on the other hand the people who create this performance and their various realities.
(...)
"The next day I accompanied him to the ruin.  There were several epicentres where everything had been reduced to dust, surrounded by tiny fragments.  Except for pipes and wires no recognisable objects remained.  Everything which had been assembled during a lifetime had gone without trace, had lost its name.  An amnesia not of the mind but of the tangible."
(a quote from the book From A to X by John Berger)

domingo, 14 de novembro de 2010

Cornucópia: Fim de Citação


FIM DE CITAÇÃO
um prólogo, um "lever de rideau", uma advertência

de Luis Miguel Cintra a partir de Beckett, Genet, Garcia Lorca, Calderón, Kleist, Luiza Neto Jorge, Schnitzler, Shakespeare, Tchekov, Pirandello, Heiner Müller e Louis Jouvet.

Encenação: Luis Miguel Cintra
Cenário e Figurinos: Cristina Reis
Desenho de luz: Daniel Worm d'Assumpção
Interpretação: Dinis Gomes, Luis Lima Barreto, Luis Miguel Cintra e Sofia Marques

Teatro do Bairro Alto, 18 de Novembro a 12 de Dezembro de 2010

Saxophone Summit



Saxofone Joe Lovano
Saxofone David Liebman
Saxofone Ravi Coltrane
Piano Phil Markowitz
Baixo Cecil McBee
Bateria Billy Hart

Espera-se uma noite inesquecível.

Culturgest, 14 de Novembro de 2010.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Joris Ivens - Regen (1929)


Um belo filme mudo de 1929, chuva em Amesterdão. Ontem na cinemateca em Lisboa, inserido num pequeno ciclo do doclisboa dedicado a Joris Ivens. Realizadores Joris Ivens e Mannus Franken. Versões de 1932 e 1941 com música.



Misère au Borinage (1934). Parte 1 de 4.
Joris Ivens militante e a pedido do amigo realizador Henri Storck. A vida e a luta dos mineiros belgas, em tempo de "crise no mundo capitalista".

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Joana Carneiro, Stravinsky - o pássaro de fogo


Orquestra Gulbenkian
Joana Carneiro (maestrina)
Jean-Bernard Pommier (piano)


Filipe Pires
Playing Ludwig
Ludwig van Beethoven
Concerto para Piano nº 4, op. 58
Igor Stravinsky
Suite O Pássaro de Fogo [1945]
Gulbenkian, 14 e 15 de Outubro de 2010 


Este Stravinsky com Joana Carneiro pode ser comovente e genial.

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Benda Bilili !


Benda Bilili! Documentário fabuloso sobre os músicos. Ontem no São Jorge, hoje no Instituto Franco-Português, sexta em Almada no auditório Fernando Lopes-Graça, sessões da Festa do Cinema Francês. Sábado volta ao São Jorge numa sessão conjunta com o Doclisboa.

Ricky tinha um sonho: fazer dos Staff Benda Bilili a melhor orquestra do Congo. Roger, um menino de rua, desejava mais do que tudo juntar-se a estas estrelas – paraplégicas – do gueto de Kinshasa que vagueiam pela cidade em cadeiras de rodas personalizadas à Mad Max. Juntos eles têm, antes de tudo, que sobreviver, evitar as armadilhas das ruas de Kinshasa, cantar e dançar para encontrarem na música a força da esperança.

Ao longo de cinco anos, das primeiras canções ao triunfo nos festivais do mundo inteiro, Benda Bilili! conta-nos este sonho tornado realidade.

Argumento: Florent de la Tullaye e Renaud Barret
Fotografia: Renaud Barret, Florent de la Tullaye e Grégoire Delage
Montagem: Jean-Christophe Hym
Produção: Screen Runner

Staff Benda Bilili, Je t'aime do álbum très très fort.

terça-feira, 5 de outubro de 2010

doclisboa internacional longas

Dansa als esperits
Ricardo Íscar
Espanha, 2009, 78’
15 Out, 21h + 17 Out 18h


A falta que me faz
Marília Rocha
Brasil, 2009, 85’
16 Out, 18h + 19 Out, 21h


Nostalgia de la luz
Patricio Guzmán
França, Alemanha, Chile, Espanha, 2010, 90’
19 Out, 19h30 + 22 Out, 21h


El Sicario
Gianfranco Rosi
França, Itália, 2010, 80’
20 Out, 18h + 21 Out, 21h


Songs from the Nickel
Alina Skrzeszewska
EUA , Alemanha, 2010, 83’
18 Out, 19h30 + 20 Out, 21h


Steam of Life
Joonas Berghäll e Mika Hotakainen
Finlândia, Suécia, 2010, 81’
21 Out, 21h + 22 Out 19h30


The Woman with the 5 Elephants
Vadim Jendreyko
93' Suíça, Alemanha 2009
18 Out, 23h + 21 Out, 19h30


site

domingo, 3 de outubro de 2010

Cinema Francês escolhas da festa

Antestreias

36 vues du Pic Saint Loup
de Jacques Rivette
8 de Outubro, 22h
Com: Jane Birkin, Sergio Castellitto, André Marcon, Jacques Bonnaffé e Julie-Marie Parmentier
Fotografia: Irina Lubtchansky
Som: Olivier Schwob
Música: Pierre Allio
Montagem: Nicole Lubtchansky
Produção: Pierre Grise Productions
Origem: França, Itália

Le Père de mes enfants
de Mia Hansen-Løve
9 de Outubro, 19h30
Com: Chiara Caselli, Louis-Do de Lencquesaing, Alice de Lencquesaing, Alice Gautier, Manelle Driss, Éric Elmosnino, Sandrine Dumas, Dominique Frot
Argumento: Mia Hansen-Løve
Fotografia: Pascal Auffray
Som: Vincent Vatoux e Olivier Goinard
Montagem: Marion Monnier
Produção: Les Films Pelléas
Origem: França e Alemanha

Hors-la-loi
de Rachid Bouchareb
10 de Outubro, 22h
Com: Jamel Debbouze, Roschdy Zem, Sami Bouajila, Bernard Blancan
Argumento: Olivier Lorelle e Rachid Bouchareb
Fotografia: Christophe Beaucarne
Som: Marc Engels, Olivier Walczak, Franck Rubio e Thomas Gauder
Música: Armand Amar
Montagem: Yannick Kergoat
Produção: Tessalit Productions
Origem: França, Argélia, Tunísia e Bélgica

Le Refuge
de François Ozon
10 de Outubro, 19h30
Com: Isabelle Carré, Louis-Ronan Choisy, Pierre Louis-Calixte, Melvil Poupaud, Claire Vernet, Jean-Pierre Andréani, Marie Rivière, Jérôme Kircher, Nicolas Moreau e Emile Berling
Argumento: François Ozon e Mathieu Hippeau
Fotografia: Mathias Raaflaub
Som: Brigitte Taillandier
Música: Louis-Ronan Choisy
Montagem: Muriel Breton
Produção: Eurowide Film Production
Origem: França
Género: Comédia dramática

Des hommes et des dieux
de Xavier Beauvois
11 de Outubro, 22h
Com: Lambert Wilson, Michael Lonsdale, Olivier Rabourdin, Philippe Laudenbach, Jacques Herlin, Loïc Pichon, Xavier Maly, Jean-Marie Frin
Argumento: Étienne Comar
Fotografia: Caroline Champetier
Som: Jean-Jacques Ferran e Éric Bonnard
Montagem: Marie-Julie Maille
Produção: Why Not Productions e Armada Films
Origem: França

Mères et filles
de Julie Lopes-Curval
11 e 12 de Outubro, 19h30
Com: Catherine Deneuve, Marie-Josée Croze, Marina Hands, Michel Duchaussoy
Argumento: Julie Lopes-Curval e Sophie Hiet
Fotografia: Philippe Guilbert
Som: Sylvain Bellemare, Bernard Gariepy Strobl e François Guillaume
Música: Patrick Watson
Montagem: Anne Weil
Produção: Sombrero Films
Origem: França e Canadá

Benda Bilili !
de Florent de la Tullaye e Renaud Barret
12 e 13 de Outubro, 19h30
16 de Outubro, 22h
Argumento: Florent de la Tullaye e Renaud Barret
Fotografia: Renaud Barret, Florent de la Tullaye e Grégoire Delage
Montagem: Jean-Christophe Hym
Produção: Screen Runner
Origem: França e Congo

A l’origine
de Xavier Giannoli
13 de Outubro, 22h
Com: François Cluzet, Emmanuelle Devos, Gérard Depardieu, Vincent Rottiers, Stéphanie Sokolinski, Brice Fournier
Argumento: Xavier Giannoli
Fotografia: Glynn Speeckaert
Som: François Musy, Gabriel Hafner e Renaud Musy
Música: Cliff Martinez
Montagem: Célia Lafite Dupont
Produção: EuropaCorp e Rectangle Productions
Origem: França

Mammuth
de Benoît Delépine e Gustave Kervern
14 de Outubro, 22h
Com: Gérard Depardieu, Yolande Moreau, Isabelle Adjani, Benoît Poelvoorde, Philippe Nahon, Bouli Lanners, Dick Annegarn, Anna Mouglalis, Blutch e Siné
Argumento: Benoît Delépine e Gustave Kervern
Fotografia: Hugues Poulain
Música: Gaëtan Roussel
Montagem: Stéphane Elmadjian
Produção: GMT Productions e No Money Productions
Origem: França
Género: Comédia

La Tête en friche
de Jean Becker
14 e 15 de Outubro, 19h30
Com: Gérard Depardieu, Gisèle Casadesus, François-Xavier Demaison, Maurane, Patrick Bouchitey, Jean-François Stévenin, Claire Maurier, Sophie Guillemin
Argumento: Jean Becker e Jean-Loup Dabadie a partir da obra de Marie-Sabine Roger
Fotografia: Arthur Cloquet
Som: Jacques Pibarot
Música: Laurent Voulzy
Montagem: Jacques Witta
Produção: ICE3 e KJB Production
Origem: França

Micmacs à tire-larigot
de Jean-Pierre Jeunet
15 de Outubro, 22h
Com: Dany Boon, André Dussollier, Nicolas Marie, Jean Pierre Marielle, Yolande Moreau, Julie Ferrier, Omar Sy e Dominique Pinon
Argumento: Jean-Pierre Jeunet e Guillaume Laurant
Fotografia: Tetsuo Nagata
Som: Jean Umansky
Música: Raphaël Beau
Montagem: Hervé Schneid
Produção: Epithète Films e Tapioca Films
Origem: França

Gainsbourg, vie héroïque
de Joann Sfar
16 de Outubro, 19h30
Com: Éric Elmosnino, Lucy Gordon, Laetitia Casta, Doug Jones, Anna Mouglalis, Mylène Jampanoï, Sara Forestier e Yolande Moreau
Argumento: Joann Sfar
Fotografia: Guillaume Schiffman
Som: Daniel Sobrino
Música: Olivier Daviaud
Montagem: Maryline Monthieux
Produção: One World Films
Origem: França

Compositores portugueses activos


Sérgio Azevedo
A propósito de Cantata das Queixas e não só.
A importância de compor para crianças.
Entrevista, parte 1/2

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Artur Pizarro: Chopin completo


Na Antena 2, transmissão em directo do 1º recital esgotado no CCB, agora. Muito bom.
1817-1829
Introdução e Variações, em Mi maior, sobre o tema alemão Der Schweizerbub
3 Ecossaises, op. 72
Polonaise, em Si bemol menor, La gazza ladraPolonaise, em Si bemol maior
Mazurca, em Si bemol maior
Mazurca, em Sol maior
Polonaise, em Lá bemol maior
Polonaise, em Sol sustenido menor
Polonaise, em Sol menor
Marcha fúnebre, em Dó menor, op. 72 n.º 2
Rondo, em Dó menor, op. 1
Nocturno, em Mi menor, op. 72 n.º 1
Polonaises, op. 71
Introdução, Tema e Variações em Ré maior sobre um tema de Thomas Moore, para piano a quatro mãos, *JILL LAWSON, piano (*artista convidada)
Contredanse, em Sol bemol maior
Rondo à la mazur, em Fá maior, op. 5


Próximo, com transmissão também em directo, 14 de Outubro.
Sonata para piano n.º 1, em Dó menor, op. 4
Rondo para dois pianos, em Dó maior, op. 73 *
Polonaise, em Sol bemol maior
Valsa, em Si menor, op. 69 n.º 2
Valsa, em Mi maior
Valsa, em Mi menor
Variações, em Lá maior, Souvenir de Paganini
Valsa, em Mi bemol maior
Valsa, em Ré bemol maior, op. 70 n.º 3
Mazurcas, op. 68 n.ºs 1, 2 e 3
Andante spianato et grande polonaise brillante, op. 22

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

domingo, 26 de setembro de 2010

Paulo Ribeiro: Paisagens... Onde o Negro é Cor


Centro Cultural de Belém, 24 a 26 de Setembro de 2010


Concepção, coreografia e direcção Paulo Ribeiro
Dedicatórias:

Ponta Delgada
Interpretação GONÇALO LOBATO

Guimarães
Interpretação ROMULUS NEAGU

Torres Vedras
Interpretação RITA OMAR

Lisboa
Co-criação ROMULUS NEAGU
Interpretação GONÇALO LOBATO e PETER MICHAEL DIETZ

Torres Novas, Porto e Coimbra
Co-criação e interpretação LEONOR KEIL

Viseu
Co-criação e interpretação PETER MICHAEL DIETZ

Viseu – 2.º olhar
Interpretação ELIANA CAMPOS

Música Vitor Rua
Cenografia JOÃO MENDES RIBEIRO
Desenho de luz CRISTÓVÃO CUNHA
Costureira do guarda-roupa GRACE VIEIRA
Edição do documentário JOÃO PINTO (a partir de filmagens do coreógrafo e dos intérpretes)

Boa peça de dança e boas colaborações de coreógrafo e intérpretes.

Interessantes, a simplicidade e a elegância pouco habituais em PR. Evocação pelos bailarinos de movimentos e concepções de outros coreógrafos, um pastiche que no entanto resulta bem.
É uma boa disposição em construção.

terça-feira, 14 de setembro de 2010

São Carlos temporada 2010-2011

A lírica deve ser assim...

_______
KÁTÌA KABANOVÁ
LEOŠ JANÁČEK (1854-1928)
Janeiro

_______
GIANNI SCHICCHI
GIACOMO PUCCINI (1858-1924)
+ (na mesma noite)
BLUE MONDAY
GEORGE GERSHWIN (1898–1937)
Fevereiro

_______
BANKSTERS
NUNO CÔRTE-REAL (n. 1971)
Março

_______
IL CAPELLO DI PAGLIA DI FIRENZE | O CHAPÉU DE PALHA DE ITÁLIA
NINO ROTA (1911-1979)
Maio

_______
CARMEN
GEORGES BIZET (1838-1875)
Junho


Estas são as cinco que devem fazer parte da assinatura.
Amanhã deve-se saber.


_______
DONA BRANCA
ALFREDO KEIL (1850-1907)
Setembro e Outubro

Esta sobrou da temporada anterior.


As duas que seguem são versões simples a preços reduzidos.

_______
CAVALLERIA RUSTICANA
PIETRO MASCAGNI  (1863-1945)
Novembro
Versão concerto. Ópera cantada e também contada.

_______
HANSEL E GRETEL
ÓPERA NO TEATRO CAMÕES
ENGELBERT HUMPERDINCK (1854-1921)
Novembro
Famílias e escolas. Cantada em Português.


Já agora na Companhia Nacional de Bailado.
LA SYLPHIDE
Auguste Bournonville
Novembro e Dezembro
+
Ballets Russes

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

CCB - concerto abertura temporada 2010/2011

CONCERTO INAUGURAL DA TEMPORADA DO CCB 2010/2011
EM NOME DE MOZART


ORQUESTRA DE CÂMARA PORTUGUESA
PEDRO CARNEIRO direcção musical
ELINA VÄHÄLÄ violino
DIEMUT POPPEN viola


WOLFGANG AMADEUS MOZART 
Abertura de Idomeneo, K. 366
Sinfonia Concertante para violino, viola e orquestra em Mi bemol maior, K. 364 (320d)
Sinfonia n.º 41, em Dó maior, Júpiter, K. 551


LEOPOLD MOZART 
Sinfonia dos Brinquedos


Centro Cultural de Belém, 11 de Setembro de 2010


CCB, uma instituição que nos últimos anos se afirmou com programações muito interessantes.